26 de setembro de 2017

Tecnologia que transforma plástico em tijolo 100% sustentável chega ao Brasil

Sustentabilidade e bioconstrução são termos que estão a cada dia mais relacionados à engenharia e são fundamentais quando pensamos em alternativas para a proteção do meio ambiente. Pensando nisso, a empresa italiana Presanella Building System desenvolveu uma solução patenteada em que o plástico é reciclado e transformado em tijolos e materiais para construção, como cofragens e até vigas para a sustentação do telhado.

Com a ideia desenvolvida é possível construir uma casa de 80 metros quadrados com 2500 kg de plástico reciclado. O objetivo da tecnologia é proporcionar economia de tempo, de recursos financeiros e, acima de tudo, colaborar para a preservação do meio ambiente e reaproveitamento de elementos que seriam descartados em lixões, e demorariam anos até que a decomposição fosse concluída. Além disso, os blocos formados podem ser armazenados em locais mais compactos.

Os materiais fazem parte do Projeto Ecossistema, um projeto ainda mais amplo que engloba a construção de uma casa inteira, em que o plástico é um dos materiais, mas a fundação e as paredes são compostas também por cimento, isopor e água. Esses elementos juntos contribuem, inclusive, para o isolamento térmico e acústico da construção.

Com materiais mais leves e fáceis de serem transportados e armazenados, é possível até mesmo contratar mão de obra já com a vantagem de que as atividades serão menos cansativas e com menos riscos de acidentes de trabalho. Para o projeto, a empresa fornece o acompanhamento de um engenheiro.

A chegada ao Brasil

A Presanella Building System tem sede na província italiana de Brescia, mas as atividades da empresa estão sendo expandidas para a América Latina. Foi inaugurada uma fábrica em Assunção, capital do Paraguai, e, no Brasil, a atuação acontece em parceria com a Propeller Representações – já havendo exemplos no estado de Alagoas, com a construção de duas casas dentro de um loteamento em Maceió.

“A maior vantagem do Projeto Ecossistema é a facilidade em construir uma casa com o que há de melhor em tecnologia construtiva sustentável, com agilidade e segurança. O resultado será uma casa térmica e confortável para morar seguindo rigorosamente todos os padrões de qualidade exigidos” afirmou Giuliano Aulicino, Gerente Executivo de Vendas da Presanella Brasil, em entrevista divulgada pelo portal Terra.

Sem dúvidas, é uma das novidades no setor da construção civil, área que exige alternativas para um melhor aproveitamento dos materiais.

Fonte: Blog da Engenharia