9 de outubro de 2017

CER-AL realiza sorteio e define números dos candidatos para eleições 2017

A Comissão Eleitoral Regional (CER-AL) sorteou às 10h, da última sexta-feira, 6, os números dos candidatos do certame 2017. A reunião com os engenheiros, que irão disputar as eleições para os cargos de Presidente do Crea Alagoas, Conselheiro Federal e Diretores Geral e Administrativo da Caixa de Assistência Mútua, aconteceu na plenária da instituição.

Representada pelos conselheiros José Ferreira, Marcelo Daniel e Reinaldo Falcão, a CER-AL cumpriu a deliberação de Nº 057/2017 da Comissão Eleitoral Federal (CEF) do Confea, que trabalha com objetivo de assegurar a legitimidade do processo eleitoral.

Ao final da reunião, a comissão divulgou os seguintes números:

Presidente Crea-AL: Disneys Pinto (107); Mário Agra (109); Fernando Dacal (116).

Conselheiro Federal: Ismar Macário (90); Zerisson de Oliveira (94); Arthur Visgueiro (98); Paulo Cabral (99).

Diretor Geral da Mútua: Fábio Loureiro (120); Roosevelt Patriota (123); José Claudino (125).

Diretor Administrativo da Mútua: Francisco Bordalo (130); Aloisio Ferreira (135).

 Locais de votação – Reinaldo Falcão antecipou que, no dia 15 de dezembro, os municípios de Palmeira dos Índios, São Miguel dos Campos e Santana do Ipanema terão o Instituto Federal de Alagoas (Ifal) como local de votação. Em Arapiraca e Maceió os ponto escolhidos foram Centro Administrativo e a sede do Crea-AL, respectivamente.

“Discutimos de forma democrática os locais de votação. A comissão visitou os pontos mais acessíveis para que o profissional, no dia 15 de dezembro, exerça seu direito ao voto da maneira mais fácil. Estivemos no Ifal dos municípios de Palmeira, Santana e São Miguel. São locais fáceis de serem encontrados. Se houver dificuldade, qualquer cidadão sabe explicar onde fica”, disse.

Durante o dia do pleito, cada local terá, além dos fiscais de cada candidato, um membro da comissão. “Então terminou a votação, vamos recolher o material e voltar para Maceió com o objetivo de iniciar a apuração. Lembrando que essa logística foi discutida e aprovada pelo plenário deste conselho”, finalizou.