14 de maio de 2019

Engenharia de Produção: saiba tudo sobre o curso e o mercado de trabalho

A engenharia de produção é um curso multifacetado, voltado para a implementação e desenvolvimento das linhas de produção, e que além dos conceitos básicos da engenharia, possibilita ao profissional trabalhar também com técnicas de administração e de economia.

O objetivo é formar profissionais habilitados a trabalhar na garantia da eficiência da produção em fábricas e indústrias. Conhecimentos técnicos e gerenciais fazem parte do curso.

As atividades do profissional

O campo de atuação do profissional deste curso é amplo. Além de trabalhar em fábricas e indústrias no desenvolvimento das técnicas de produção, o engenheiro de produção pode atuar em consultorias, instituições financeiras e empresas de diferentes setores devido aos conhecimentos em economia, em gestão de pessoas e no gerenciamento administrativo.

Também há campo de atuação em prestadoras de serviço, no planejamento de escalas de trabalho dos profissionais, no setor do controle de qualidade das empresas, na produção química, elétrica, mecânica e de materiais. Um perfil empreendedor e dinâmico é o esperado do engenheiro de produção.

As matérias do curso

Uma grade curricular multidisciplinar é a característica do curso em Engenharia de Produção. Além das matérias básicas da Engenharia, como a Matemática e os Conceitos de Informática, o aluno tem aulas de Gestão de Pessoas e Qualidade, Gestão Financeira e Econômica e organização do trabalho. O curso tem duração de 5 anos, com estágio e monografia.

Há duas possibilidades de tecnólogos com formação equivalente ao curso de Engenharia de Produção. Um deles é o curso de Gestão da Produção Industrial, com duração de 3 anos, e enfoque nos processos de fabricação, e o tecnólogo em Gestão da Qualidade, curso de 2 anos, voltado para a rotina de trabalho e processos durante a produção industrial.

O mercado de trabalho

Devido à formação, o engenheiro pode trabalhar tanto na indústria como em empresas de diferentes setores, da telecomunicação às finanças. Devido a isso, o campo de atuação do profissional é amplo. O crescimento no setor proporciona uma grande demanda de engenheiros habilitados, e possibilidades de crescimento na carreira.

FONTE: https://engenharia360.com/engenharia/engenharia-de-producao/