Crea capacita conselheiros sobre legislação e responsabilidades

  • Notícias

Conselheiros do Crea Alagoas participaram de um treinamento, no último dia 6, sobre suas responsabilidades como representantes da engenharia alagoana durante o mandato de 2020. Eles foram orientados, pela assessoria técnica da entidade, de como aplicar a legislação do Sistema Confea/Crea nos processos apreciados pelo Conselho.

A programação começou com a assessora técnica e engenheira civil Nina Kátia, apresentando o que é o Conselho, seus objetivos, atribuições, missão e visão.

Logo após, a engenheira civil Susana Carlos, explicou aos conselheiros presentes sobre os processos e registro de pessoa física, ART, cadastramento de instituição de ensino e de seus cursos e extensão de atribuição.

“Esse treinamento é importante tanto para os que já conhecem os procedimentos, quanto para os que estão chegando agora. Esclarecemos as funções do cargo de conselheiro, e eles aprimoram sobre o conhecimento relacionado a legislação e atuação profissional”, disse Susana Carlos.

O presidente do Crea-AL, o engenheiro civil Fernando Dacal destacou a responsabilidade de ser um conselheiro, principalmente no seguimento do regimento da entidade e no cumprimento legal da legislação. “Como em toda renovação do terço, a ideia do treinamento é para que vocês fiquem atualizados de todos os procedimentos e assim haja o cumprimento legal da prática da nossa legislação. Esperamos o compromisso de todos com a maior entidade de engenharia de Alagoas”, afirmou Dacal.

Pela primeira vez compondo o plenário, o representante do Instituto Federal de Alagoas (Ifal), o engenheiro civil e de segurança do trabalho Alexandre Machado, aprovou o treinamento. “Foi tudo muito proveitoso. O suporte dado pelos assessores do Crea sobre a legislação, nossa missão como representantes e como a entidade funciona, foi ótimo”, afirmou Alexandre.

Finalizando a tarde de treinamento, o assessor técnico e engenheiro agrônomo André Battalhini, mostrou na prática, como os conselheiros conseguem utilizar o Sistema de Informações Técnicas Administrativo do Crea (Sitac) e sobre os processos de infração à legislação profissional.